O estoque da sua empresa guarda boa parte do investimento de capital feito, e quanto menos organizado, mais desperdício. Se você já sabe que a gestão do estoque é importante, agora vai ver o quanto ela altera a rotina e a produtividade de uma organização.

 

O que é Gestão de Estoques?

O controle ou gestão de estoques refere-se à gestão dos recursos materiais que são essenciais para que a corporação gere receita posteriormente. O principal objetivo da gestão de estoques consiste em evitar o excesso ou a falta de suprimentos para produção e vendas, bem como evitar os extravios de estoques. O excesso de estoques acarreta diversos problemas para a empresa, em termos tanto de custos (maiores espaços, seguros, cuidados, etc.) quanto de perdas financeiras (dinheiro parado). Por outro lado, a insuficiência representa problemas para o processo produtivo (paradas de produção, aumento do tempo de produção, queda de produtividade) e problemas de vendas, (redução de vendas, insatisfação de clientes, etc.) o que reduz a lucratividade da empresa.

Muitas empresas têm optado por um estoque mínimo, ou seja, aquele que em a relação operação x custo atinge um limite mínimo, trazendo maior eficiência e eficácia operacional e resultando em uma grande vantagem competitiva no mercado. É importante ressaltar, contudo, que antes de se obter essa vantagem, é necessária a avaliação de diversos fatores, principalmente a demanda, para que a empresa não deixe de arcar com seus compromissos e acabe beneficiando seu concorrente.

 

Por que Investir em gestão de estoques?

Embora a gestão de estoques seja uma tarefa bastante trabalhosa (tanto pela variedade de itens comercializados, como ocorre nas empresas varejistas, quanto pela quantidade de informações necessárias à gestão) alguns controles e procedimentos simples facilitam essa gestão:

  • Controle físico e financeiro de estoques;
  • Política de compras;
  • Análise comparativa: estoque atual x estoque desejado;
  • Análise comparativa: estoque atual x valores a pagar aos fornecedores;
  • Custo econômico dos estoques excedentes;
  • Armazenagem e arrumação adequada dos produtos;

 

Assim, em linhas gerais, a gestão de estoques é aplicável quando:

  • O estoque não supre a demanda ou sobra-se estoque;
  • O atendimento ao cliente não é satisfatório;
  • A margem de lucro entre o produto fim e o que é necessário para produzi-lo é muito baixa;
  • Os fornecedores não são totalmente confiáveis;
  • A demanda não é previsível;
  • Existem desafios logísticos;
  • Quando há necessidade de prevenir contingências.

 

Dessa forma, um estoque bem planejado permite à sua empresa:

  • Com a análise de temporadas, comprem-se os produtos de maneira antecipada obtendo descontos;
  • Com estoque mínimo não há sobra de materiais que, em suma, é dinheiro parado;
  • Menor o estoque, menor o custo de manutenção do estoque;
  • Sem falta de estoque não há gargalhos na produção e, assim, perde-se menos dinheiro;
  • Um sistema de gerenciamento de estoques bem administrado permite que uma empresa possa cortar custos;
  • Garantia de um excelente atendimento aos clientes;
  • Nenhum desperdício de recursos;
  • Produção e estoque em dia;
  • Entregas na data correta;
  • Momento correto de lançar promoções;
  • Com um bom sistema de gestão, ajuda sua empresa a estar sempre bem preparada;

 

Por isso, confira estas super dicas e fique atento aos seguintes pontos em sua empresa. Se você se identificar com algum deles, pode ser que sua empresa esteja precisando melhorar a sua gestão de estoques:

  • Se a empresa está operando constantemente com aperto de caixa e recorre a empréstimos bancários, verifique se esse aperto financeiro não é decorrente de estoques excedentes.
  • Avalie se, em seu ramo de atividade, é interessante promover uma liquidação de estoques. Se isso for possível, baixe os preços e faça dinheiro com os produtos que estão parados no estoque. Essa medida possibilita aumentar as vendas, – e o mais importante, – você venderá produtos que não precisam de reposição, ou seja, entrará dinheiro novo no caixa.

 

Ficou alguma dúvida? A Projet está pronta a te ajudar! Deixe aqui nos comentários e cadastre seu e-mail para receber os conteúdos do blog em primeira mão.